Sem uma estratégia de captação de recursos que seja fortemente estruturada, sua empresa provavelmente não obterá o sucesso que deseja. Sem os recursos necessários para a organização, os projetos podem ficar comprometidos e os resultados, também. Por isso, é preciso levar em consideração os pilares de uma boa estratégia a fim de garantir que ela resulte nos recursos que são necessários.

Veja a seguir cinco itens que sua estratégia deve contemplar.

Estabeleça um objetivo

A primeira coisa a ser feita para captar fundos adequadamente é determinar um objetivo a ser alcançado, ou seja, entender o que a empresa pretende fazer. Sua firma ou companhia precisa de mais recursos para construir uma nova fábrica, modernizar sua produção, investir em novos produtos ou para expandir a atuação para novos mercados, entre outros casos.

Diante do volume a ser conseguido para realizar o objetivo fixado, a empresa poderá separar de maneira mais apropriada os recursos de que já dispõe e de quanto capital ela ainda precisa. Também será possível dividir o objetivo em metas e atividades, além de criar cronogramas de recebimentos.

Elabore um plano de negócios

Depois de definir o objetivo que vai justificar a captação, a empresa precisa de um plano de negócios para controlar e apoiar sua intenção. Com esse instrumento, será viável obter muito mais segurança e êxito na hora de promover as inovações que se espera.

Qual o investimento necessário? Qual é a projeção de receitas incrementais? Qual expectativa de retorno se ambiciona com tal projeto? Tudo ficará mais fácil de visualizar, com um plano de negócios.

Faça uma pesquisa prévia

Nesta fase, após o empreendedor elaborar o plano de negócio e conhecer a expectativa de retorno do projeto de investimento, ele deve analisar as alternativas de captação. De maneira genérica, há duas formas principais de captar recursos: via endividamento (por meio de linhas de crédito de bancos, por exemplo) ou via investidores (através de fundos de investimentos, investidores estratégicos, entre outros). Depois de analisar bem as suas opções, o empresário deve escolher aquela que viabiliza seu projeto de investimento.

Conhecer as alternativas de captação e também analisar o mercado, assim como as notícias que tenham a ver diretamente com seu objetivo traçado, são elementos importantes para que a estratégia tenha foco e esteja bem amparada.

Use recursos já guardados para financiar a estratégia

O objetivo é captar recursos, mas isso não significa que colocar a estratégia saia de graça. Mesmo que você determine que serão feitos apenas alguns contatos diretos com investidores, isso gera gastos de tempo e também de dinheiro graças à mobilização que causa.

Por isso, é muito importante que a sua estratégia também contemple os recursos que serão utilizados para financiá-la. Isso garante uma estratégia delineada para as suas possibilidades e não apenas para quais são os desejos de recursos. Com isso, a estratégia pode durar mais tempo e, portanto, arrecadar mais recursos.

Busque apoio especializado

Dependendo do tamanho da sua empresa, da complexidade de suas operações ou mesmo da quantidade de recursos necessária, a captação pode ser uma tarefa muito delicada e cheia de detalhes. Se faltar experiência nessa hora, toda a estratégia pode acabar dando errado.

Por isso, contar com uma consultoria é uma forma não apenas de criar a melhor estratégia, mas também de fazer a melhor implantação dentro da realidade do seu negócio. Com uma estratégia otimizada, a captação acontece de maneira mais fácil e mais eficiente para os negócios.

Uma estratégia de captação de recursos deve contemplar alguns fatores como a quantidade de recursos necessária, informação prévia sobre o mercado em geral e também o uso de recursos para a sua manutenção. Nesse sentido, uma consultoria pode ajudar o negócio a ter uma estratégia ainda mais relevante e eficaz.

Gostou das dicas? Então siga a nossa página no Facebook e compartilhe este conteúdo com os seus amigos!