O crescimento no volume de dados se transformou em um dos principais desafios enfrentados pelas organizações. À medida que ele cresce, o trabalho de gerenciar, tratar e analisar os dados em busca de informações valiosas provoca mudanças na forma como os profissionais desempenham suas atividades.

É cada vez mais comum exigir dos funcionários da área de Tecnologia da Informação um conhecimento convergido para aprender como redes, sistemas operacionais e o armazenamento de dados interagem — principalmente com foco na extração de informações valiosas para as estratégias organizacionais.

A seguir, aprenda como lidar com o grande volume de dados na sua empresa.

O desafio que surgiu com a chegada dos novos dados

O gerenciamento de dados não é uma novidade para as empresas. Diariamente, elas lidam com os dados históricos (vendas, receita, despesas e base de clientes). O problema é que eles sempre foram analisados de forma morosa, impactando negativamente no tempo das tomadas de decisão. O fato é que o tempo trouxe novidades e novos dados precisam ser analisados para garantir a sobrevivência do negócio.

O volume de dados aumentou com a chegada das informações geradas por sensores, câmeras e redes sociais. A variedade de dados (texto, imagens, vídeos e o comportamento dos clientes) tornou a análise mais complexa. Isso cria a necessidade de acompanhar esses dados na mesma velocidade em que surgem, ao mesmo tempo, garantindo a veracidade deles. Por fim, a relação e o cruzamento entre deles deve oferecer valor.

A adoção de plataformas que permitem um armazenamento escalável

Diante do desafio criado pelo crescimento do volume de dados gerados pelas organizações, a primeira medida que deve ser tomada para gerenciar a informação da forma correta é a escolha de uma plataforma cujo armazenamento seja escalável. Isso significa que o armazenamento pode ser ampliado de acordo com as necessidades da companhia, sem a exigência de novos investimentos em equipamentos e recursos.

A segmentação serve para priorizar o que é importante

A mineração de dados deve ser adotada pela empresa como parte de sua cultura, pois, cada dado coletado pode apresentar informações valiosas para a estratégia do negócio. Por isso, ressaltamos a importância de segmentar os dados que contribuem com o diferencial competitivo da empresa. Aqueles que não tiverem serventia para a tomada de decisão, podem ser arquivados ou excluídos.

A constante revisão da base de dados prolonga a vida útil do trabalho de gerenciamento e análise

Já que o volume de dados é crescente, a equipe responsável por lidar com eles deve excluir, arquivar ou migrar aqueles que possuem pouco ou nenhum uso para a companhia. Informações mais antigas, por exemplo, podem ser direcionadas para uma área do sistema em que ela deixa de se misturar com as mais atuais. Isso evita o cruzamento de informações erradas ou conflitantes, deixando o sistema mais leve e funcional.

A segurança é essencial para o tratamento dos dados

Algumas medidas devem ser adotadas com a finalidade de garantir a segurança dos dados. Em mãos erradas, eles podem servir de base para ações contra a empresa. Desenvolva processos de segurança baseados em criptografia e senhas, bem como políticas que indicam o correto uso dos dados e dos terminais que acessam eles — caso da conexão à internet em pontos públicos.

O crescimento da sua empresa depende do modo como você lida com os dados

Da mesma forma que a tecnologia oferece um melhor gerenciamento aos dados, você deve se preocupar com a equipe de analistas que é a responsável pela análise e definição dos indicadores. Todos devem estar preparados igualmente para extrair dos dados as informações essenciais para as tomadas de decisão. Lembre-se de que são essas informações que impactam no crescimento estratégico da sua empresa.

Agora é com você: diante do crescente volume de dados gerados, como a sua empresa está se preparando para lidar com eles? Conte para nós no espaço de comentários!