Não existe uma definição padrão do que venha a ser o real engajamento da equipe, pois vários profissionais e pesquisadores desenvolvem os seus próprios conceitos. E isso pode levar a alguma confusão.

No entanto, para os propósitos deste post, consideramos o engajamento dos colaboradores como um conceito geralmente visto como um esforço discricionário de gestão. Em outras palavras, diante de outras possibilidades, os funcionários sempre agem de modo a promover os interesses da empresa.

Desse modo, uma equipe engajada é aquela que está envolvida e entusiasmada em realizar o seu trabalho e perseguir os objetivos da organização.

Pensando nisso, apresentamos, a seguir, a importância do engajamento da equipe para o desempenho da empresa e o que você deve fazer para desenvolver mecanismos capazes de melhorá-lo. Acompanhe:

A satisfação dos funcionários

Se os funcionários estiverem envolvidos com a empresa, o nível de satisfação no trabalho e, consequentemente, a qualidade das tarefas realizadas aumentam. Colaboradores motivados e satisfeitos são muito aplicados na busca pelo sucesso do negócio e apresentam um alto grau de compromisso e de fidelidade.

Além disso, desempenham um papel fundamental na organização, agindo como embaixadores, apoiando a missão, a estratégia, os valores e a marca da empresa.

A produtividade

Os colaboradores mais engajados são, via de regra, os de melhor desempenho. Eles se comprometem a fazer aquele “algo a mais” para atingir o sucesso. À medida que um funcionário se torna mais comprometido, o seu absenteísmo diminui e a sua motivação aumenta, gerando maior produtividade.

Isso significa que quanto mais engajado é um colaborador, mais eficiente e propenso ao sucesso ele se torna. De acordo com pesquisa realizada pelo HayGroup, as organizações que contam com equipes engajadas apresentam um aumento médio de 43% na produtividade.

A retenção e o recrutamento

A retenção de talentos é a chave para o sucesso de qualquer negócio. Uma equipe engajada reduz significativamente a saída de bons profissionais. Como colaboradores motivados são mais comprometidos com o sucesso da empresa, eles também se tornam mais leais.

Simplificando: quando os funcionários estão satisfeitos e envolvidos, eles são mais propensos a permanecerem no seu posto. Ao lado da retenção, as chances de atrair novos colaboradores de alto rendimento também se tornam maiores.

A rentabilidade

Empresas com equipes realmente engajadas tendem a ter maiores taxas de lucro. Os funcionários se tornam mais produtivos e eficientes, afetando positivamente a rentabilidade do negócio. Um estudo da Wyatt Watson descobriu que essas empresas obtêm uma receita por empregado 26% maior.

A equação faz todo o sentido: por serem mais eficientes, os colaboradores também contribuem para a redução de custos operacionais — o que, por si só, impacta positivamente a margem de lucro da empresa.

A inovação

Existe uma estreita relação entre a inovação e o engajamento da equipe. Colaboradores altamente envolvidos atuam em um nível superior e agregam paixão e interesse ao trabalho, o que muitas vezes leva à descoberta de novas soluções.

Ao sentir que possuem uma participação real na organização, o time se esforça para criar produtos, serviços e processos. Como resultado do engajamento da equipe, a colaboração entre funcionários e líderes alavanca o desempenho global da organização.

Gostou deste post? Então, siga-nos nas redes sociais e fique sempre por dentro de todas as nossas novidades: estamos no Facebook e no Google+!