Expandir os negócios, renovar o maquinário, realizar uma reforma, incrementar o estoque, modernizar a frota, melhorar a produção estão entre as necessidades de muitas empresas. Mas a falta de capital acaba sendo uma grande barreira para que muitas ideias saiam do papel e se transformem em realidade. Alguns empreendedores optam em buscar fundos, vender bens ou mesmo escolher caminhos entre bancos e  investidores com melhores opções de pagamentos e menores juros.

Uma excelente alternativa que empresas encontram é através do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), cujos juros são menores que os empréstimos tradicionais. A instituição oferece diferentes linhas de crédito de acordo com cada necessidade do negócio. Vejamos alguns passos que podem facilitar todo o processo para obter um empréstimo no BNDES. Preparado? Vamos lá?!

Tenha em mãos um Plano de Negócios

Antes de sair por aí procurando uma agência BNDES providencie um bom Plano de Negócios, já que a linha de crédito que será oferecida dependerá do tamanho da sua empresa e do faturamento. Por isso, tenha em mãos todas as informações financeiras que possam indicar que você é um bom pagador e que poderá arcar com o compromisso firmado.

Além das informações do Plano de negócio possibilite que o gerente possa conhecer os recursos disponíveis e de terceiros, o capital de giro, valores em estoque, fluxo de caixa e tantas outras informações que possam beneficiar e simplificar na hora de conseguir a linha de crédito.

A agilidade no processo de liberação do crédito, dependerá, em grande parte, da qualidade das informações prestadas e do acompanhamento do interessado, que poderá se dar pessoalmente numa das agências do BNDES ou por outras formas de contato.

Saiba exatamente para que você quer o recurso requerido

Há vários programas destinados as várias necessidades da empresa. Para novos negócios, áreas de atuação entre outros. Via de regra, caso o recursos seja liberado pelo BNDES, ele sempre será destinado para um fim específico. Por isso, pense bem qual a prioridade para a empresa antes de qualquer decisão.

Atente-se a algumas perguntas, como:

  • Qual o tamanho do seu negócio e qual a real finalidade do recurso almejado;
  • O potencial para arcar com o pagamento;
  • Tipo de crédito que será solicitado

O sucesso numa solicitação de crédito ao BNDES depende de qual estágio seu negócio se encontra, já que a instituição apenas poderá encaixa-lo se estiver dentro do portfólio de opções disponíveis que podem ser contemplados.

Defina sua área de atuação

Um grande erro que muitos empreendedores acabam cometendo é não conhecer a área de atuação da sua empresa e a possibilidade de crédito ofertada para ela.

De nada adianta montar um bom plano de negócios, levantar inúmeras informações financeiras, se na hora de solicitar o crédito junto ao BNDES a área não esteja enquadrada para contemplação.

Micro, pequenas e médias empresas podem requerer o financiamento junto ao BNDES ou em alguma instituição financeira credenciada a instituição. Empreendedores também poderão solicitar um microcrédito, cujo valor do financiamento pode chegar até R$ 20 mil, com taxa de juros de até 4% ao mês. Prazos e garantias podem ser negociados diretamente com o agente operador.

Assim como qualquer financiamento, o empreendedor deve ficar atento ao seu orçamento, para que a possibilidade de crédito, no final das contas, não se transforme numa verdadeira dor de cabeça e traga muito mais prejuízos do que propriamente vantagens.

Gostou do post? Curta e compartilhe nas suas redes sociais!