As estatísticas são claras: as empresas familiares são promissoras e têm muito potencial! O crescimento esperado, porém, pode nunca chegar. Uma combinação perigosa de fatores — displicência no planejamento sucessório e o enfraquecimento dos pilares de uma empresa familiar, por exemplo — pode levar a organização à bancarrota antes mesmo da segunda geração.

Para assegurar o êxito na transição, leia o conteúdo até o final. Neste post, você vai saber quais são os alicerces de um negócio familiar, entendendo mais profundamente de que forma eles interferem no processo de sucessão. Além disso, também saberá como é possível reduzir os riscos inerentes às mudanças gerenciais nas empresas familiares. Preparado? Vamos lá!

Qual é o panorama sucessório das empresas familiares nacionais?

No Brasil, as empresas familiares são maioria (abocanham cerca de 80% do mercado), mas têm sérias dificuldades em sobreviver à troca de gerações. O motivo fica evidente em um recente levantamento, empreendido pela PwC Brasil: apenas 11% das empresas familiares possuem planos de sucessão bem estruturados e documentados.

Sem direção e planejamento, fica difícil conquistar a perenidade. Infelizmente, é comum encontrar casos de falência envolvendo organizações antes fortes e prósperas — e o denominador comum da sucessão geralmente teve influência determinante no mau resultado.

Para alterar o fraco panorama sucessório nas empresas familiares brasileiras, é preciso que os gestores olhem para o passado e resgatem os pilares que permitiram o desenvolvimento da organização em seus primeiros anos. Somente ao valorizar o arcabouço inicial, repleto de esforço e sabedoria, é possível perpetuar (e nutrir) o sonho do negócio próprio que “deu certo”.

Quais são os pilares de uma empresa familiar?

Dentre os fatores que delineiam o sucesso de uma organização familiar, alguns pilares fundamentais são aceitos como determinantes no processo de construção do negócio. Despontam:

Palavra e credibilidade

Munido de um sonho e de muita determinação, o idealizador do negócio precisou vencer uma série de batalhas para atingir o ponto do sucesso. Uma de suas únicas armas certamente foi a sua palavra: que, segura e firme, permitiu que depositassem nele a confiança de que precisava para prosperar.

Perseverança

O foco nas metas e a persistência na conquista são características indispensáveis aos empreendedores de sucesso. No início, o idealizador da empresa familiar certamente foi determinado o suficiente para tornar reais os sonhos que mantinha.

Liderança e carisma

Para conquistar a estabilidade e o crescimento, uma empresa familiar sem dúvidas contou um líder carismático. Os desafios são inúmeros e o mercado é um ambiente altamente competitivo — onde apenas os indivíduos tenazes costumam encontrar espaço. Neste âmbito, a visão estratégica do líder e empatia nos relacionamentos são essenciais!

Cultura

A cultura empresarial é resultado dos valores pregados desde o início das operações. Em uma empresa familiar, os atributos e as crenças derivam da personalidade de seu fundador, que compartilha com seus colaboradores a visão que deseja incutir no trabalho de cada um.

De que forma os pilares de uma empresa familiar podem contribuir para uma boa sucessão?

Os pilares empresariais, como o próprio termo sugere, indicam as bases de uma empresa familiar de sucesso. Não seria uma surpresa afirmar, portanto, que os alicerces construídos na fundação do negócio são, de fato, o segredo de sua perenidade!

Apenas ao valorizar a história da empresa, endossando suas características diferenciais e propagando-as aos sucessores, é possível assegurar que continuem a trabalhar alinhados à essência da organização, favorecendo uma transição mais homogênea e exitosa.

Sendo assim, a mensagem final é clara: os pilares de uma empresa familiar são determinantes para a sua perenidade. Lembre-se de resgatar, frisar e propagar aos sucessores na linha de transição quais são os atributos que permitiram que a empresa crescesse e prosperasse!

Gostou do conteúdo e deseja se aprofundar em assuntos referentes à boa gestão empresarial? Então baixe agora mesmo o nosso manual exclusivo sobre indicadores de sucesso!