A consultoria empresarial tem se mostrado muito útil para auxiliar as organizações a obterem melhorias em seu desempenho e rentabilidade, além de contribuir para a eliminação de processos ineficientes. Esses profissionais analisam globalmente os negócios e criam soluções que viabilizam a consecução dos objetivos estratégicos da empresa.

Diretores e empresários recorrem a esses serviços quando precisam de uma nova perspectiva no caminho escolhido ou de um catalisador para a mudança em seus processos e operações.

Ao longo deste artigo, abordamos como uma consultoria empresarial pode ajudar, também, a superar os principais desafios na sucessão. Para tanto, apresentamos em que consiste uma consultoria e suas funções, quais são os princípios da sucessão empresarial e o que fazer para começar a implementá-la em sua organização. Boa leitura!

O que é uma consultoria empresarial?

A consultoria empresarial pode ser definida como a contribuição oferecida por profissionais especializados com base em uma compreensão significativa, experiente e documentada das áreas mais críticas da empresa, englobando finanças estratégicas, governança corporativa, gestão de riscos de crédito, fusões e aquisições, captação de recursos, processos, produção, marketing etc.

Atualmente, encontra-se no mercado enorme quantidade de serviços de consultoria realizados por profissionais que, a despeito de suas qualidades, infelizmente não atingem uma compreensão empírica das complexidades de determinadas situações, sobretudo quando em relação a negócios que têm múltiplas variáveis e diferentes pontos de impacto.

Para ser verdadeiramente eficiente, a consultoria empresarial deve ser capaz de olhar para problemas e oportunidades de forma dinâmica. Isso significa realizar análises holísticas, a fim de compreender cada cenário em profundidade, relacionando-o a outros fatores e viabilizando aconselhamentos capazes de otimizar o processo de tomada de decisões que resultem, de fato, em maior retorno para o tempo e o esforço empregados.

Sendo assim, há diversos motivos pelos quais você deve considerar a contratação de uma consultoria empresarial, dentre os quais destacam-se:

  • expertise em um nicho de mercado específico;
  • identificação de problemas;
  • início de um processo de mudanças;
  • obtenção de maior objetividade;
  • treinamento e capacitação da equipe de colaboradores;
  • criação de novos negócios etc.

Inicialmente, os consultores devem se dedicar à fase de “descoberta”, na qual o objetivo é esquadrinhar as características gerais da empresa e as especificidades dos negócios de seus clientes. Um bom profissional reserva um tempo para aprender o máximo possível sobre esses elementos, aproveitando todas as interações (com o proprietário, colaboradores, diretores, parceiros etc.) para aprofundar seus conhecimentos.

Isso pode incluir fazer turnês pelas instalações, reunir-se com o conselho de administração (ou instância similar) e com funcionários, estudar as finanças e ler todos os materiais da empresa. Durante esse processo, os consultores podem descobrir, por exemplo, os detalhes da missão de uma empresa e quais operações estão em andamento.

Os consultores podem agregar valor em âmbitos de importância vital para a organização, tais como:

Gestão estratégica

A consultoria, por meio de uma percepção clara da dinâmica do mercado em que a empresa atua, pode trazer as melhores práticas de seu segmento (ou mesmo de outros segmentos) para o seu interior.

Isso pode ser especialmente útil se você está em busca de expansão geográfica, para estender o portfólio de produtos, reestruturar processos com vistas a otimizar a relação custo-eficácia, tornar-se mais competitivo ou aumentar suas capacidades gerais. Sejam quais forem as suas prioridades, a consultoria empresarial pode ajudar a sua empresa a desenvolver e executar melhores estratégias.

Operações

Você deseja alavancar a qualidade e obter mais eficiência em seus processos de produção? A consultoria empresarial pode ajudar a sua empresa a criar e implementar uma nova maneira de fazer exatamente isso.

Alguns consultores se especializam em reengenharia de processos de negócios, ou seja, eles mapeiam os processos atuais e identificam oportunidades para reduzir a quantidade de etapas existentes, mantendo a qualidade e reorganizando-os a fim de diminuir seus custos.

Outros são especialistas em sistemas de controle de qualidade e podem ajudar a sua empresa a fazer alterações que eliminem erros e falhas.

TI

Trata-se de uma área em rápida expansão no que se refere à contratação de serviços de consultoria, uma vez que as novas tecnologias afetam, de um modo ou de outro, todas as empresas. Se você precisa desenvolver um novo sistema ou integrar seus sistemas mais antigos para que eles possam trabalhar juntos, um consultor empresarial de TI pode ajudar.

Nesse caso, a consultoria pode colaborar para o aprimoramento de seus recursos e para tornar a sua tecnologia mais flexível, viabilizando o atendimento das necessidades dinâmicas de seus clientes internos e externos.

Recursos humanos

A sua organização precisa melhorar a satisfação geral de seus funcionários, recrutar profissionais talentosos ou reter os melhores colaboradores? A consultoria empresarial pode desenvolver estratégias alinhadas com os objetivos globais do seu negócio, treinando a sua equipe em habilidades relacionadas à comunicação comercial e liderança.

Além disso, a consultoria pode favorecer os feedbacks e as tarefas de avaliação relacionadas ao desempenho da sua equipe, tornando seus membros mais competentes e proativos.

Marketing

A consultoria empresarial pode assessorar, também, as estratégias de marketing da sua empresa, fundamentando ações voltadas para fortalecer a imagem da sua marca, obter melhor posicionamento no mercado, lançar uma nova estratégia de mídia social para interagir com os seus clientes etc.

Os consultores, assim, oferecem uma faísca criativa quando os seus próprios colaboradores ficarem sem ideias, permitindo que a sua organização aproveite boas ideias que outras empresas acionaram para atrair mais clientes.

Quando se deve contratar uma consultoria empresarial?

Se a sua empresa está indo bem, nada mais natural do que planejar o crescimento futuro. Se, por outro lado, você está enfrentando algumas dificuldades, é imprescindível fazer algo diferente para superar os obstáculos e resgatar a lucratividade.

Seja qual for a realidade atual da sua organização, contar com uma consultoria empresarial é fundamental para obter melhores resultados. Contudo, além dessas determinações gerais, há certas situações que indicam o melhor momento para adotar essa solução. Algumas delas são expostas a seguir.

Falta de recursos humanos

Quando você não pode dispor dos profissionais necessários (algum colaborador vital se demitiu ou o responsável pela contabilidade teve que ser demitido), contratar uma consultoria para um projeto específico ou por tempo determinado pode preencher a lacuna.

Uma vez que você não fará do consultor um funcionário em tempo integral, romper o relacionamento profissional é relativamente mais fácil e econômico. Muitas empresas contratam consultores apenas para aprimorar as habilidades e estimular a competitividade de cada colaborador.

Impulsionar mudanças

Os consultores são especialistas em impulsionar mudanças nas organizações. Portanto, se a sua empresa está enfrentando alguma forma de resistência interna em relação às alterações necessárias, trazer um consultor pode quebrar o bloqueio.

Esses profissionais estão acostumados, frequentemente, a assumir a responsabilidade pela efetivação de mudanças impopulares, como a redução da folha de pagamento e outras medidas de redução de custos.

Implementar melhores práticas

Os consultores, em geral, são os principais especialistas nos campos em que atuam. Não só têm conhecimentos acadêmicos e teóricos, mas também trabalharam diretamente com empresas líderes para implementar soluções inovadoras. Seja qual for a necessidade específica da sua organização, a consultoria empresarial representa a melhor fonte disponível.

Afinal, qual o sentido de tentar inventar uma nova prática assumindo para si todo o conjunto de riscos inerentes quando os consultores já obtiveram excelentes resultados com vários clientes?

Obter ajuda externa

Os consultores, forçosamente, apresentam uma perspectiva nova para o seu negócio. Logo, suas ideias podem ser tremendamente úteis. Por vezes, os colaboradores internos estão tão envolvidos em suas atividades diárias que não conseguem ajustar suas perspectivas para examinar o quadro geral.

Nesse sentido, a consultoria empresarial pode compartilhar insights valiosos e, assim, encontrar soluções criativas para problemas que, de outro modo, pareceriam insolúveis.

Compartilhar conhecimentos

Em suma, você pode contratar os serviços de consultoria para compartilhar conhecimentos sobre quase tudo. Os consultores são orientadores por excelência, sendo uma escolha natural para fazer um curso de treinamento ou uma apresentação voltada à capacitação de colaboradores de praticamente qualquer área. Um bom consultor combina teoria e prática, oferecendo alto valor para a sua empresa.

Centralizar o foco

Muitos executivos e empreendedores perdem o foco sempre que ocorre uma situação desnecessária, desagradável ou desfavorável. Se isso já aconteceu com você, não se preocupe: ante mudanças inesperadas, é relativamente comum encontrar dificuldade para redefinir as metas da empresa e tomar decisões sábias em momentos adversos e de forte tensão.

Na verdade, trata-se de um fenômeno natural: quando as coisas não vão bem, a maioria das pessoas busca ajuda ou assume o risco de aplicar soluções erradas para seus problemas. No mundo corporativo, isso também acontece: as empresas correm o risco de fracassar ou compreender a necessidade de trabalhar com parceiros que podem ser essenciais para virar a mesa.

Nesses momentos, é necessário contar com uma consultoria empresarial que possa ajustar o seu foco em torno dos objetivos estratégicos da sua organização, contribuindo também para qualificar o processo de tomada de decisões, analisando as estratégias aplicadas até então e promovendo mudanças em benefício da sua empresa.

Falta de expertise

A consultoria empresarial é oferecida por especialistas em suas estratégias de negócios. Esses profissionais podem trazer a expertise que a sua empresa não tem em termos de resolução de problemas, criando novas estratégias capazes de instituir as modificações necessárias na estrutura geral de negócios da sua organização.

Qual é a importância de documentar as ações de consultoria empresarial?

A documentação é parte integrante de qualquer tarefa de consultoria empresarial: os resultados do trabalho do consultor serão completamente inúteis para o cliente se não forem relatados de forma que possam ser devidamente armazenados e distribuídos.

A documentação é a única forma de garantir isso, uma vez que os projetos encetados tendem a exigir mais atenção e recursos devido ao seu impacto direto na rentabilidade da empresa.

Assim como em qualquer esforço visando à melhoria da sua organização, a contratação de uma consultoria pode estar envolta em incertezas. Todavia, os riscos podem ser minimizados assegurando a contratação de uma empresa de comprovada experiência, organizando uma reunião preliminar e submetendo suas prioridades à análise.

Sendo assim, você poderá verificar por si mesmo se a empresa contratada será um bom ajuste para os seus negócios e a forma como você trabalha. No caso de se tratar de uma organização bem estabelecida no mercado, é seguro assumir que há um processo interno de verificação que garante aos clientes a melhor combinação possível para atender às suas necessidades.

Se esses cuidados forem observados, trazer profissionais experientes para lançar um novo olhar sobre os problemas da sua organização supera os riscos no processo de sucessão e, muitas vezes, leva a um relacionamento frutífero de longo prazo.

Quais são as vantagens de ter uma consultoria parceira?

Para maximizar a produtividade e a eficiência de qualquer negócio, seja uma nova startup, seja uma organização já consolidada no mercado, é primordial ter acesso a informações, conhecimentos e assistência de qualidade. A consultoria empresarial pode ser usada para que a sua empresa prospere e até mesmo durante momentos de crise econômica.

Manter um negócio competitivo e rentável exige mais do que apenas ser capaz de organizar uma força de trabalho. Além disso, ao contar com uma consultoria externa, você receberá insights e orientações livres de influências e associações emocionais.

Há diversas maneiras como esses serviços podem ser benéficos para desenvolver uma compreensão mais profunda do mercado em que a sua empresa atua e suas condições prevalecentes, prospectar novos clientes, montar um plano de marketing abrangente etc.

Infelizmente, nem todos os gestores são capazes de dar um passo atrás e analisar detidamente a forma como as empresas funcionam. Entretanto, é absolutamente essencial identificar pontos fortes e fracos, a fim de reconhecer onde há margem para melhorias e, assim, fazer os negócios prosperarem.

Divulgar adequadamente os seus serviços e produtos é crucial para o sucesso. Independentemente do setor em que você esteja envolvido, a sua marca deve comunicar a imagem certa para atrair e reter cada vez mais clientes.

Os consultores podem fornecer informações excelentes sobre como usar a marca para obter o melhor resultado definindo, por exemplo, qual grupo demográfico em particular deve ser o alvo prioritário e como atingi-lo empregando as ferramentas disponíveis.

É muito comum que pessoas em posição de comando assumam para si tantas e tão variadas responsabilidades que, eventualmente, alguns aspectos importantes da gestão empresarial acabam sendo ignorados. Ao contratar os serviços de uma consultoria, é possível utilizar um plano de ação que englobe todos os fatores com potencial de afetar o desempenho dos negócios.

Uma vez que nem sempre é fácil saber exatamente como e quando tomar decisões críticas, o auxílio de profissionais gabaritados é fundamental para superar a concorrência e garantir um progresso constante. Os consultores são especialistas com experiência suficiente para apresentar vários cenários que podem surgir dependendo das escolhas feitas hoje.

Minimizar riscos é uma obrigação primária de qualquer empresa que queira obter sucesso no mundo corporativo de hoje. Como a economia ainda não se recuperou totalmente da recessão, é necessário ter uma estratégia bem elaborada que permita reduzir a possibilidade de perdas.

A maioria dos diretores não pode dedicar a quantidade de tempo necessário para entender como criar tal plano, mas um consultor empresarial pode, oferecendo respostas adequadas a problemas específicos.

Isso se dá pelo fato de que a consultoria empresarial está interessada apenas em uma coisa: melhorar os processos globais de seus clientes, a fim de gerar aumento acentuado nos lucros da empresa.

O que é sucessão empresarial?

O conceito de sucessão empresarial é bastante simples: trata-se de um processo de transição, ao fim do qual a gestão da organização passará para outras pessoas. Entretanto, a simplicidade acaba aqui: planejar a sucessão é, via de regra, um desafio significativo para todos os envolvidos (sobretudo, no caso de empresas de pequeno a médio porte e familiares).

Esse processo é determinante para garantir a longevidade da organização, sendo altamente recomendável recorrer ao auxílio de uma consultoria empresarial competente e capaz de garantir que os negócios continuem a funcionar sem problemas (podendo, inclusive, identificar e treinar colaboradores de alto potencial para funções de gerenciamento).

Como planejar uma sucessão empresarial?

Para muitos proprietários, selecionar os sucessores mais adequados é uma preocupação basilar, sendo considerado um dos maiores desafios na sucessão familiar de empresas. Perguntam-se como isso será feito e quando é o melhor momento para iniciar o processo. Para assegurar o sucesso da transição, no entanto, você deve definir quando se afastará e quanto controle reterá até que o processo seja concluído.

Muitas questões similares a essa dependerão da estrutura já consolidada na empresa. Pode ser preciso, por exemplo, que o seu plano de sucessão esteja em conformidade com elementos anteriormente estabelecidos em estatutos e regras que porventura imponham certas restrições.

Transições

Digamos que haja uma pessoa que deseja assumir a empresa e você esteja disposto a transferir-lhe o comando dos negócios. O que fazer? Como se dará a transição? Quanto tempo você permanecerá no controle para gerenciar essa mudança? Quando a autoridade passará, definitivamente, a outras mãos? Quais responsabilidades você manterá (se for o caso) após fazer a transferência?

Não há respostas simples para essas questões, mas você terá que considerá-las, uma vez que o planejamento envolverá o desenvolvimento de uma série de etapas.

Início

Comece o quanto antes a elaborar o planejamento de sucessão. Ainda que você acredite saber exatamente como e quando transferir o comando e quem assumirá a liderança da empresa após a sua saída, lembre-se de que há inúmeros procedimentos a serem completados ao longo do caminho para que tudo corra bem.

 Além do processo em si, também devem ser levados em consideração assuntos legais a serem tratados antes que você possa ter realmente uma imagem completa de como a sucessão afetará você, a sua família e a continuidade dos negócios.

Quais são os primeiros passos para implantar a sucessão empresarial?

O planejamento da sucessão empresarial aborda as inevitáveis mudanças que ocorrem quando os líderes renunciam, se aposentam, são demitidos, ficam doentes ou falecem. Ele garante que os negócios continuarão regularmente e sem maiores problemas.

Como mencionado, trata-se de um processo necessário a toda e qualquer empresa, mas, a despeito de sua importância capital, é muitas vezes negligenciado. Logo, é preciso encará-lo como um evento perfeitamente gerenciável e que não deve ser visto como uma espécie de grande crise organizacional.

Os passos indicados dependem, obviamente, de uma ampla gama de fatores e podem variar sensivelmente de acordo com as peculiaridades de cada empresa e os elementos centrais de seu segmento de atuação, entre outros fatores.

Pensando nisso, abordamos, a seguir, passos iniciais igualmente aplicáveis a organizações dos mais diferentes espectros que, devido à sua relevância para o planejamento de sucessões, não devem ser ignorados.

Seja proativo em seu plano de sucessão

Pode levar tempo considerável até que você encontre e prepare um candidato promissor para assumir o papel de líder empresarial. Portanto, não deixe isso de fora do seu plano.

Conquanto não pense que você precisará de um substituto no futuro próximo, preparar alguém para assumir funções importantes cria uma rede de segurança verdadeiramente inestimável.

Mantenha a mente aberta

Embora o sucessor óbvio seja o segundo na cadeia de comando, não desconsidere outros profissionais talentosos e promissores. Procure pessoas que tenham as habilidades necessárias para prosperar em posições mais elevadas, independentemente de seu status atual.

Faça a visão conhecida

Inclua os potenciais líderes em conversas estratégicas, de modo a ajudá-los na aquisição de competências voltadas para o planejamento e a liderança, criando uma oportunidade para que entendam melhor a organização e seus objetivos.

Ofereça feedbacks regulares

Quando os colaboradores que você está monitorando prepararem uma apresentação ou se superarem em determinado projeto, lembre-se de registrar o fato em um arquivo à parte, a fim de que possa dispor de referências para a próxima vez em que alguma posição de liderança precisar ser preenchida.

O arquivamento meticuloso e cronológico se mostrará útil, também, para outras situações, tais como a realização de avaliações periódicas ou análises de desempenho.

Forneça treinamento constante para os colaboradores de alto desempenho

Ao identificar os colaboradores de melhor desempenho, forneça-lhes orientação e treinamento constantes, o que será um verdadeiro artigo de valor para ajudá-los a desenvolver novas habilidades e refinar as existentes.

Lembre-se de que bons líderes não necessitam apenas de perspicácia técnica, mas também de competências relacionais, incluindo habilidades destacadas de comunicação verbal e escrita, bem como tato e diplomacia.

Realize testes

As férias são uma excelente oportunidade para ceder algumas responsabilidades a um potencial sucessor. O profissional em questão ganhará mais experiência enquanto você aprenderá mais a respeito de como prepará-lo para funções ainda mais importantes no futuro.

Após identificar os colaboradores internos mais aptos a assumirem papéis fundamentais em sua organização, tome nota de quaisquer lacunas de talento. Dessa forma, você contribuirá para que a consultoria empresarial trabalhe a partir de informações precisas e, consequentemente, concentre melhor seus esforços.

Gostou do nosso artigo? Então, não perca a oportunidade de continuar evoluindo: conheça o e-book do INEPAD Consulting com os principais erros na sucessão empresarial e saiba o que fazer para evitá-los!