Empresas de todos os segmentos, sejam elas novas ou antigas, em algum momento de sua jornada, vão precisar captar recursos financeiros. Para empresas novas, muitas vezes, isso acontece logo no início, quando precisam de um investimento para ter o pontapé inicial no desenvolvimento de seus produtos. Nas empresas que já estão estabelecidas, essa necessidade pode vir em outro momento, quando elas buscam expandir e conquistar novos mercados.

Tanto em um caso quanto no outro, uma coisa é certa: elas vão precisar atrair a atenção de investidores em potencial. Para este trabalho é que existe uma ferramenta conhecida no mundo dos negócios como Elevator Pitch. Se você não sabe o que este nome significa, fique tranquilo! Neste post, vamos mostrar a você o que é esta ferramenta e como utilizá-la para conquistar investidores e recursos para o seu negócio.

O que é o Elevator Pitch?

O maior desafio na hora da busca por recursos para o seu negócio é conquistar a atenção de potenciais investidores. Normalmente, eles são pessoas com uma agenda cheia, muitas tarefas ao longo do dia e uma infinidade de projetos em busca de investimento para avaliar. Nesse contexto, causar impacto e uma boa primeira impressão é fundamental e é justamente para cumprir com este objetivo que existe o Elevator Pitch.

Muito conhecido entre os empreendedores de startups, o Elevator Pitch é uma apresentação breve da empresa, de no máximo 2 a 3 minutos, que precisa vender a proposta de valor do negócio de maneira bastante objetiva e concisa. Tem esse nome, pois ela deve funcionar até mesmo em um encontro rápido com o investidor dentro de um elevador, em um trajeto que não costuma durar mais do que este tempo. Dependendo do contexto em que você está inserido, essa apresentação pode também ser usada para conquistar clientes, como em um evento que você vai participar ou até mesmo em um vídeo que você use em campanhas de marketing digital.

Como criar um Elevator Pitch atrativo?

Como o tempo de uma apresentação como essa é rápido, para um Elevator Pitch atrativo, é preciso que você concentre seus esforços apenas nas informações mais relevantes sobre a empresa. Para facilitar seu trabalho, separamos aqui 7 itens fundamentais para um bom Elevator Pitch. Confira!

1. Introdução

O começo da apresentação, além de dar uma breve introdução sobre o histórico da empresa, precisa impactar o ouvinte e chamar atenção, ao mesmo tempo em que apresenta sua proposta de valor.

2. Problema

Todo negócio de sucesso soluciona o problema de seus clientes com seu produto ou serviço. Nessa hora, você precisa demonstrar qual o problema que você vai resolver e quão grande ele é que justifique um negócio.

3. Solução

Entendido o problema, você vai mostrar a ele qual sua proposta de solução e de que maneira ela atua para solucionar o problema. Se você já tiver clientes interessados e/ou pagantes, melhor ainda.

4. Concorrência

Na quarta etapa, você vai mostrar como atua sua concorrência e quem são seus potenciais competidores, mostrando, principalmente, qual sua vantagem competitiva perante eles.

5. Modelo de Negócio

Depois da concorrência, a atenção deve se voltar para seu modelo de negócio, em que você vai apresentar de que maneira esse negócio faz dinheiro, como ele pode ser sustentável e, ainda, por que investir na sua empresa pode ser um bom negócio.

6. Equipe

Nenhuma empresa existe sem pessoas para executar e esse ponto é muito importante para os investidores. Por isso, mostre a ele quem é a equipe envolvida e por que ela é a mais indicada para desenvolver a empresa.

7. Pedido

Por fim, faça o pedido da quantia de investimento que você precisa para fazer o negócio funcionar. Afinal de contas, é para isso que você está ali.

Invista neste caminho e construa o Elevator Pitch da sua empresa, seguindo estas 7 dicas. Com certeza, a chance de resultado positivo para o investimento será muito maior. Se, no meio do processo, surgir alguma dúvida, não deixe de comentar por aqui!

Open modal