Os empreendedores passam por diversos desafios ao longo de suas trajetórias, e a caminhada tende a se complicar quando não há o suporte de alguém mais experiente. Saber como conseguir um investidor anjo pode ser uma ótima solução.

Por conta das dificuldades, muitos desistem no caminho e poucos atingem o êxito. Mas saiba que é possível contar com um auxílio financeiro de pessoas engajadas e ainda aprender com veteranos. Neste post, vamos dar dicas de como conseguir um investidor-anjo. Se esse é o seu objetivo, continue a leitura!

Quem são os investidores-anjo?

Certamente, você já deve ter escutado sobre empresas que expandiram suas atividades porque conseguiram a ajuda de influenciadores. Os investidores-anjo se enquadram nesse rol de especialistas, dispostos a abraçar a sua proposta, desde que ela ofereça um potencial de crescimento.

Normalmente, eles são pessoas físicas — profissionais liberais, empresários, executivos — com capital próprio. Apesar de não ocuparem nenhum cargo na empresa beneficiada, a participação deles como mentores ou conselheiros agrega valor, pois amplia a sua rede de contatos e ainda contribui para o seu progresso financeiro e ganho de habilidades empresariais.

Por que estão dispostos a investir?

Já escutou a frase: “dinheiro chama dinheiro”? Os investidores-anjo sabem exatamente como aumentar os seus lucros. Nesse caso, quanto mais investem, maior é a chance de eles ganharem. Esses mestres acumularam o suficiente ao longo de suas carreiras para investir em novas empresas e, por isso, aplicam cerca de 5% a 10% de seus patrimônios.

Mesmo que a participação deles seja minoritária, o investidor-anjo não é um filantropo, porque o objetivo é o de apostar em negócios capazes de trazer retorno financeiro.

Como conseguir um investidor anjo: quais os requisitos?

Uma coisa é certa: sua empresa precisa apresentar um potencial de crescimento, pois, sem essa particularidade a seu favor, a probabilidade de a proposta despertar o interesse é menor. Mas é importante considerar outras características. Veja a seguir quais são elas!

Elabore um bom pitch

Resumidamente, conte para o investidor-anjo um pouco da história da empresa, da ideia que inspirou a sua criação e apresente os diferenciais. Depois, mostre a oportunidade e aponte a solução para tratar as fraquezas.

Destaque as suas expectativas em relação à equipe e investidores. Por fim, como estratégia competitiva, demonstre o método que fará a sua empresa lucrar, e aponte também a forma de contribuição do investidor.

Envolva o investidor-anjo

Alguns empreendedores deixam de conseguir o suporte de que precisam por não cativarem. Se você quer atrair um bom investidor, deve considerar esse quesito. Perceba que ele não é um fundo de risco, muito menos um patrocinador. É importante envolvê-lo, a fim de que ele possa se ver no projeto.

Seja objetivo

Ficar dando voltas ou ser prolixo demais não vai ajudar em nada. Mantenha-se humilde, não desista e use de estratégias. Nessas horas, é importante selecionar os itens da apresentação, afinal de contas, você é o produto que está sendo testado.

Quais as principais dicas práticas de como conseguir um bom investidor-anjo?

Não existe uma fórmula pronta para saber exatamente o que um bom investidor-anjo procura. Mas, geralmente, o objetivo desse tipo de investidor é encontrar projetos que sejam atraentes, elaborados por pessoas que tenham o desejo de impactar de alguma forma a mudança do mundo.

Tendo isso em mente, separamos abaixo algumas dicas bastante úteis para que você consiga convencer um bom investidor-anjo a investir na sua ideia.

Permita o envolvimento

Um investidor-anjo tem o desejo de participar do seu projeto, portanto, procure permitir que ele se envolva. Muitas vezes, não se trata apenas de um investimento financeiro.

Um investidor-anjo considerado bom tem a expectativa de que o empreendedor consiga perceber o valor agregado acima de qualquer dinheiro.

Esse tipo de investidor quer contribuir para extrair o potencial máximo da sua ideia, pois ele sabe que isso tem valor. Afinal, quanto menor for a sua empresa, maior será a importância e o impacto positivo do valor não financeiro de um investidor-anjo.

Seja seletivo e aja com inteligência

Não vai adiantar nada perder o seu tempo com tentativas de contato focadas em investidores que não têm interesse em ideias absolutamente embrionárias, ou que, então, não buscam o tipo de negócio que você pretende oferecer.

O mercado em que o investidor está interessando em aplicar o seu dinheiro, a localização e o estágio de desenvolvimento atual da sua empresa devem ser os três critérios básicos a serem considerados os principais filtros de quais investidores-anjo você pretende abordar.

É fundamental que você limite as suas opções por meio de uma pesquisa detalhada. Procure analisar portfólios e investimentos, para que descubra com quais tipos de negócios esses investidores normalmente costumam se envolver.

Um bom investidor-anjo não é aquele que aceita o maior valuation, mas sim o que vai agregar maior valor ao seu projeto. Caso o seu projeto tenha uma alta demanda, maravilha! Antes de considerar ampliar o valor da empresa, nossa dica é que você busque atrair investidores melhores.

Saiba vender bem o seu produto

Entre os erros cometidos por empreendedores na captação de investimentos, muitos pegam fórmulas prontas, que existem, por exemplo, no Vale do Silício. Isso costuma provocar ruídos.

Estratégias como empréstimos conversíveis baseados em valuation futuro, entre outras, tendem a funcionar bem somente em mercados que têm muita liquidez, como é o caso dos Estados Unidos, e também para o tipo de investidor que não vai, necessariamente, agregar nada ao seu projeto além dos recursos financeiros.

Sendo assim, caso você busque um investidor-anjo que vai dividir a sua paixão pela ideia que está vendendo, procure simplificar. Dessa maneira, conseguirá vender bem a sua empresa, de modo a captar o tipo de investidor que você quer.

Defina bem o seu propósito e seja claro

Você deve ser claro e definir bem o seu propósito tanto em uma primeira apresentação quanto na hora de responder ao contato de um potencial investidor-anjo que esteja solicitando mais informações sobre a sua empresa. A maior parte desses investidores solicitará um sumário curto ou um pitch deck. Nesse momento, eles não querem receber um monte de informações. O que eles desejam são dados diretos e objetivos.

O pitch deck nada mais é do que o seu plano de negócios na forma de 10 a 20 slides de um documento de PowerPoint ou qualquer outro programa parecido. Este é um formato do qual os investidores gostam muito, pois acaba obrigando o empreendedor a ter foco, ser breve e utilizar mais deixas visuais em substituição a textos longos.

Esse tipo de pitch é um dos pontos mais relevantes a serem desenvolvidos por quem quer conseguir um investidor-anjo, pois ele será o item principal para obter reuniões com executivos, além de ser o foco principal de suas apresentações.

Tendo isso em vista, saiba que não vai adiantar nada enviar um arquivo com aquele monte de páginas para seu provável investidor, pois ele não vai ler. Leve em consideração que, provavelmente, ele estará analisando várias outras propostas além da sua. Por isso, procure ser direto e preciso. Porém, não se esqueça de deixar sempre claro que você tem mais informações disponíveis, caso ele queira.

Faça uma análise profunda do seu próprio negócio

Para que você possa tirar qualquer dúvida de um possível investidor-anjo, você precisa conhecer muito bem a sua empresa. Portanto, fazer uma análise profunda do seu negócio é imprescindível para conseguir o investimento que você deseja.

Afinal, depois que o potencial investidor analisar o material do pitch deck que você enviou, ele vai decidir se tem interesse em ouvir o seu discurso da sua própria boca. Essa é uma etapa que envolve o fato de o investidor gostar pessoalmente de você e da sua personalidade. Por isso, é primordial que você demonstre segurança e confiabilidade no momento da apresentação das suas ideias.

No decorrer da reunião, você vai precisar ter resposta para várias questões, e a melhor estratégia é ter foco na conversa e nas solicitações do investidor, em vez de falar sobre tudo, incluindo informações em que ele não esteja interessado ou que não chamarão a sua atenção.

Esse tipo de atitude poderá diminuir a qualidade atribuída à sua apresentação, portanto, tome cuidado. Seu papel é estar devidamente preparado para responder a qualquer tipo de questionamento.

Com uma análise profunda do seu negócio, você saberá discorrer prontamente sobre todo tipo de informação, como a visão, missão, valores, problemas, oportunidades de nicho e mercado, modelos de lucro, entre outras.

Conheça os tipos de investidores-anjo

Existem diferentes tipos de investidores-anjo no mercado e você precisa saber exatamente qual deles é o mais adequado para fazer um aporte no seu negócio.

tipo de investimento mais fácil de conseguir é o investidor familiar, pois ele tem o interesse de ajudar um parente ou amigo. Mas essa facilidade tem o seu lado ruim, pois a relação de proximidade entre vocês pode trazer uma carga emocional prejudicial à sua empresa.

Tem também o colega, que, apesar de não compreender totalmente a forma de atuação da sua empresa, tem plena confiança no seu trabalho. Ainda assim, ele espera ter um retorno satisfatório do investimento realizado.

Já o caçador de ideias é aquele tipo de investidor-anjo que está sempre em busca de ideias com potencial. Ele não tem uma relação pessoal com o empreendedor, o que deixa o lado emocional de fora da negociação. Esse tipo de investidor procura as tendências de mercado. Ele conhece muita gente, o que pode contribuir com a ampliação da sua rede de contatos.

O investidor conhecido como “arcanjo” são os que já construíram carreiras de sucesso por terem ajudado tanto empresas como outros investidores a ganharem dinheiro. Eles têm um vasto networking e, por isso, são ótimas opções para atração de mais investidores.

Qual é o melhor jeito de procurá-los?

Se você não faz a menor ideia de como começar, inicie por sites como Anjos do BrasilAngels Club e Endeavor, pois essas plataformas são referências. Mas não se esqueça de manter o seu perfil no LinkedIn atualizado, já que é possível encontrar muita gente por meio dessa rede social de negócios.

Sobretudo, para conseguir um investidor-anjo, é preciso estratégia, tendo em vista que o tempo desses mentores é precioso e há outros concorrentes com o mesmo objetivo. O aporte financeiro e suporte de gestão do especialista certamente colocarão a sua empresa em um outro patamar. Logo, não dispense a oportunidade de expandir o seu negócio.

O INEPAD Consulting é uma consultoria de gestão formada por Doutores e Mestres das principais universidades do país. Para saber como conseguir um investidor anjo, entre em contato agora mesmo!