Disponibilizar crédito é extremamente importante para aumentar a lucratividade e a fidelização de clientes. Porém, é necessário ter uma política de crédito de alto nível a fim de não ter dores de cabeça no meio do caminho.

Quando você autoriza algum consumidor a pagar futuramente pela sua compra, a empresa está dando um voto de confiança àquela pessoa. Por essa razão, não são todos que devem ter o mesmo privilégio, visto que há diferentes probabilidades de insolvência.

Você sabe como definir uma política de crédito eficaz na sua empresa? Veja aqui as nossas dicas:

Estabeleça quais serão as regras de sua política de crédito

A política de crédito de uma empresa não fica apenas na concessão de crédito. Ela também passa pelas esferas de vendas e de gestão e pela área financeira do negócio.

Essa política tem como principal objetivo minimizar as chances de que você tenha clientes que se tornem inadimplentes no futuro. Ela ainda foca na abordagem de clientes, bem como na cobrança, caso alguma prestação ou pagamento esteja atrasado.

Sabendo disso, é válido que os colaboradores responsáveis por aquelas áreas dentro da empresa tenham uma reunião eficaz para elaborar as regras da política de crédito e apresentá-la na relação com os clientes.

Os principais pontos a serem pensados são as informações que o cliente deve ceder em busca do crédito e o perfil do público-alvo. É importante saber qual é a situação real do setor financeiro da empresa, uma vez que a concessão de crédito tem que ser proporcional ao fluxo de caixa e ao capital de giro do estabelecimento.

Faça uma análise das suas vendas

Para saber a maneira mais eficaz de implementar uma boa política de crédito no negócio, é necessário saber como andam as suas vendas. Faça uma avaliação das vendas a prazo e à vista que recebe. E, a partir dessas informações, estipule sua política.

Categorize seus clientes

Nem todos os clientes têm a mesma disponibilidade financeira, isto é, nem todos devem receber a mesma quantia ou confiabilidade de crédito. Mas isso não quer dizer que sua política deva ser um “tudo ou nada”.

A melhor solução, nesse cenário, é dividir seus clientes entre grupos A, B e C, por exemplo. Mas o que isso representa? Essa divisão servirá para que o negócio conceda diferentes margens de crédito para cada um de seus clientes, tendo como base seu perfil socioeconômico.

Dessa forma, você poderá encontrar uma solução de crédito que seja altamente favorável para um dado grupo, mas sem colocar em risco a integridade financeira do estabelecimento. Você contemplará uma maior gama de clientes e amortecerá as chances de que se tornem inadimplentes.

Treine seus funcionários

Depois de estabelecida sua política de crédito, é fundamental avisar e treinar todos os seus funcionários para lidarem com esta nova forma de pagamento. Desse jeito, estarão prontos para auxiliar seus consumidores, o que tornará o relacionamento com quem compra muito mais agradável.

É importante, também, escutar sugestões dos profissionais. Por mais que a política possa parecer perfeita na teoria, é a prática que a colocará em xeque. Não descarte as sugestões e ideias daqueles que lidam de forma direta com o cliente.

A política de crédito bem-feita diminui a inadimplência de clientes, ao mesmo tempo em que estreita seu relacionamento com a empresa. Se você quiser saber mais sobre esse e outros temas, assine a nossa newsletter!