Por diferentes razões, é grande o número de empresas que todos os anos são obrigadas a fechar as portas no país. Porém, quando uma crise econômica é instaurada, é comum que o principal motivo seja a inadimplência. Para evitar que isso aconteça com seu negócio, é preciso gerenciar eficientemente o risco de crédito.

Risco de crédito

O termo “riscos de crédito” se refere à probabilidade de perda por inadimplência em qualquer tipo de débito. Em outras palavras, trata-se da chance de não se receber uma quantia negociada em função de inadimplência. Tal risco pode ser prevenido ou minimizado através da análise de crédito e de uma gestão eficiente, um grande desafio para qualquer empresa hoje no mercado.

Dicas para evitar inadimplência

Ofereça diferentes planos de liquidação das dívidas. Se verificado atraso, entre em contato com os clientes da forma mais rápida possível, pergunte o motivo e negocie novas datas. Sempre tenha estas informações salvas de alguma forma, peça o envio de um e-mail com a requisição da nova data e a razão para o atraso.

Mantenha um controle preciso dos clientes e seus prazos, crie planilhas que indiquem: o débito total, vencimentos, e vencidos com o tempo de atraso. Ela deve estar sempre atualizada para uma constante análise.

Tenha um plano de contingência, caso as novas datas não sejam respeitadas. Crie um modelo para agir todas as vezes que isso acontecer, corte o fornecimento e tome medidas judiciais se necessárias. Entretanto, tenha em vista que se a situação do cliente for muito complicada ou se você observar que ele está agindo de má fé desde o principio, talvez seja melhor chegar a um acordo para minimizar perdas. 

Passo a passo para uma gestão eficiente

O primeiro passo para fazer uma gestão de crédito eficiente é ter uma completa compreensão do risco de crédito geral através da examinação atuarial a níveis individuais. 

Enquanto instituições lutam por uma compreensão integrada dos perfis de risco, muita informação é dispersa ao longo das unidades do negócio. Sem qualquer examinação minuciosa do risco contido, elas não têm nenhuma chance de saberem se as reservas de capital estão precisamente refletindo os riscos ou se as reservas de perdas por empréstimo adequadamente cobrem as potenciais perdas no curto prazo. A vulnerabilidade destas empresas as tornam expostas a perdas debilitantes.

A chave para reduzir perdas por inadimplência e assegurar que as reservas de capital reflitam apropriadamente o perfil de risco, é implementar uma solução de risco de crédito quantitativo integrado. Essa solução deve trazer para as empresas medidas simples e rápidas. Também deve acomodar um caminho mais sofisticado de evolução das medidas para gestão. Ela deve incluir:

  • Melhores modelos de gestão que resumam todo o ciclo de vida de modelagem.

  • Pontuação de crédito e monitoramento de limites em tempo real

  • Forte aptidão para mensurar risco de liquidez

  • Capacidade de visualização de dados e ferramentes de negócio inteligentes para ter informações importantes nas mãos daqueles que precisarão dela a todo momento.

Não se esqueça de comentar, nos dê sua opinião e conte suas próprias experiências com gestão de riscos de crédito.